"Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros." (João 13:35) "Onde estiverem reunidos, em Meu nome, dois ou três, lá estarei no meio deles." (Mateus 18:20)

Translate


Pesquisar

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

As profecias sobre a vinda do Cristo o chamavam de Deus?

"O mundo que estava em trevas viu uma Grande Luz....Porque um menino vos nasceu; um filho se nos deu, e o principado estava sobre os seu ombros e o seu nome é Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da eternidade e Príncipe da paz. (Isaías 9:2-6).
"Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, o qual será chamado Emannuel, que traduzido é: Deus conosco." (Mateus 1.23)
  Insistem os trinitaristas que se Jesus assim foi chamado, então só pode ser Deus. Mas não é bem assim. Os  versículos falam em nome. Segundo os versículos, assim o Messias seria chamado. Se fosse como querem, as profecias deveriam afirmar que  Jesus é "Deus forte" e é "Deus conosco". Os trinitaristas, na sua insistente tentativa de colocar Jesus como Deus, parecem se esquecer de que fazia parte da velha cultura judaica ter "Deus" no nome, como é o caso de "Deus forte", que em hebraico é "EL Gibor". "Deus" aqui é "El".
Muitos judeus foram chamados de "Deus" antes de Jesus existir.
  Exemplos:
   Ezekiel (Ezequiel) e Gabriel também significam "Deus Forte"
   Elli: significa "Deus"
  Elijah(Elias): É a abreviação de EliJehovah ou  "Eli Yahweh". Eli e Yahweh são nomes dados a Deus no Velho Testamento. Elias era o próprio Deus?
Salmos 82:6: "Eu disse: Vós sois deuses".
"Deuses" aqui é Elohim. Uma palavra que tanto pode ser usada no singular quanto no plural("deus" ou "deuses). Nesta frase, é o plural  de "El". Está claro aqui que alguém ser chamado de "Deus" não faz dele um "Deus".
  Será que Michael Jackson é Deus? Michael significa "aquele que é como Deus".
  É óbvio que  El Gibor e Emmanuel(ou Immanuel) eram nomes comuns já antes de Jesus. Então, o que os trinitaristas afirmam não tem sentido.  Dentro daquele contexto judaico, uma pessoa ser chamada de "Deus forte" ou "Deus conosco" não significava que ela é Deus, mas apenas uma maneira de dizer que essa pessoa será forte, poderosa, um "Deus" na Terra por causa de seu poder. Mas é sempre bom enfatizar que isso é um nome, assim como muitos antes de Jesus tiveram "Deus" em seu nome.  Jesus era um mensageiro de Deus, um escolhido de Deus, mas não o próprio Deus. Os judeus, aliás, acreditam que o "Deus forte" da Profecia é Ezequias. E eles não acreditam que Ezequias é Deus. Da mesma forma que entendem Ezequias como "Pai da Eternidade" e não como o "Pai Eterno", o  Criador do Universo, o que é diferente. E é chamado de Príncipe e não Rei. 
Jesus era Deus conosco por ser representante de Deus na Terra. Em 2 Cor. 5:19 está: "pois que Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens as suas transgressões". Deus em Cristo e não Deus é Cristo.
O mesmo que foi dito vale para Jeremias 23:5-6: "Porque vem o dia, diz o Senhor, em que porei um ramo justo sobre o trono de David. Será um rei que governará com sabedoria e justiça, e que fará prevalecer a retidão sobre toda a Terra. E este será o seu nome: O Senhor é a nossa Justiça. ".
"O senhor é nossa justiça" ou "Yahweh nossa justiça" é apenas um nome. E não só Jesus assim foi chamado. Jerusalém foi da mesma maneira chamada em Jeremias 33:15-16.
Ainda em Isaías, onde versículos que profetizam a vinda do Messias são usados para defender a Trindade, lemos outra profecia sobre o Cristo:  "Do cepo de Jessé brotará um rebento, e das suas raízes frutificará um ramo.  O Espírito do Senhor ficará sobre ele: Espírito de sabedoria, de discernimento, de conselho e de poder; Espírito de conhecimento e do temor ao Senhor.  Todo o seu prazer será obedecer ao Senhor. Não julgará segundo as aparências, nem por ouvir dizer." (Isaias 11:1-3)
  Desde Isaías se dizia que o enviado  obedeceria a Deus com prazer e não faria a sua própria vontade e sim a de Deus, coisa que Jesus sempre repetiu, jamais se colocando como igual a Deus.

Um comentário:

Postar um comentário