"Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros." (João 13:35) "Onde estiverem reunidos, em Meu nome, dois ou três, lá estarei no meio deles." (Mateus 18:20)

Translate


Pesquisar

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

A frase "Eu e o Pai Somos Um" serve de prova da Trindade?

Jayme Andrade, ex-evangélico,  diz no livro "O Espiritismo e as Igrejas Reformadas":  "Os teólogos costumam apresentar como prova da sua divindade a frase "Eu e o Pai somos um" (João 10:30), sem atentar para o fato de que logo adiante Ele incluiu na mesma categoria os apóstolos, quando afirmou: "Pai Santo, guarda em teu nome aqueles que me deste, para que sejam um, assim como nós" (João 17:11) e "para que também eles sejam um em nós" (João 17:21).
É óbvio que isso é um símbolo. Jesus é "um com o Pai" no mesmo propósito, no mesmo pensamento.  Um símbolo óbvio como em Marcos 10:8, que diz que homem e mulher se tornarão "uma só carne". 
Em 1 Coríntios 6:17 está escrito: “ O que se une ao Senhor, um espírito é com ele.”
Como sempre, os apologistas cristãos insistem em ver em qualquer frase inocente uma prova da Divindade do Cristo. Mas não há base bíblica alguma para a Trindade.

Um comentário:

Rogério Brandão disse...

Parabéns pela postagem; possuo o livro do Jayme Andrade.12.3.15

Postar um comentário