"Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros." (João 13:35) "Onde estiverem reunidos, em Meu nome, dois ou três, lá estarei no meio deles." (Mateus 18:20)

Translate


Pesquisar

sábado, 26 de fevereiro de 2011

O porquê do espírita usar a Bíblia

Os católicos e evangélicos dizem sempre:  "Se os espíritas dizem que a Bíblia foi escrita por homens porque citam versículos bíblicos? Que contradição!!",  e ainda "eles pegam algumas partes da bíblia que lhes interessam, mas chegam em outras, simplesmente passam por cima...".
    De fato, a Bíblia foi escrita por homens. Alguns homens (médiuns, então chamados de profetas) inspirados pelos espíritos enviados por Deus, outros longe disso, como comprovam aqueles momentos sangrentos, terríveis, do Antigo Testamento, com o chamado "Deus dos Exércitos". Realmente, "passamos por cima" de versículos como aqueles que ordenam a morte até mesmo de crianças e animais e ainda aqueles que tratam a mulher como um bicho. Há passagens inspiradas, sim,  principalmente, os  ensinos do Cristo, a moral cristã.  Mas achamos mesmo interessante, ainda mais quando debatemos com evangélicos e católicos, mostrar que há passagens que sustentam alguns princípios, tais como a comunicação com os mortos, a  reencarnação e que  o amor é o que agrada a Deus e não ter determinadas crenças pessoais e ficar decorando versículos bíblicos.
  Não vejo contradição alguma da parte dos espíritas. Se usam a Bíblia para nos atacar, então estamos no mesmo direito de usá-la para nos defender. Se não a aceitamos como perfeita, infalivel, 100% divina, então é coerente citá-la apenas em parte, ao menos pela importância histórica. Pior mesmo, aí sim uma grande contradição, é dizer que a Bíblia é "100% perfeita", é "infalível", é a "Palavra de Deus", "não se contradiz jamais", pra depois, como vejo com os evangélicos e católicos, fazer ginásticas pra fugir, por exemplo, do fato de Samuel depois de morto ter se manifestado, dizendo que a até então "infalível", a "perfeita", a "palavra de Deus", contém um engano do "Pai da Mentira" - há um site que diz que a passagem bíblica que narra o episódio de Samuel "foi escrita por uma testemunha ocular", ou seja, a Bíblia só foi escrita por Deus e não tem falhas quando interessa.   Acho também uma tremenda ginástica que fazem quando Jesus é claro ao afirmar que "Elias veio e não foi reconhecido", no que os apóstolos concluíram que o mestre falava na reencarnação de Elias como João Batista, e então insistem os apologistas cristãos que João Batista era apenas alguém parecido com Elias e não o próprio Elias. Mas Jesus disse: Elias VEIO. Não dizem eles mesmos que a Bíblia interpreta a própria Bíblia? Por que não aceitar o que está claro? Também nunca vi um evangélico explicar satisfatoriamente o ensino na parábola do bom samaritano, que mostra claramente que crenças pessoais (como a salvação pelo sangue de Jesus, por exemplo) não importam para Deus e sim a prática do bem. E nem vou falar mais sobre os inúmeros versículos em que Jesus se diz homem, enviado de Deus e não o próprio Deus, pois já há inúmeras postagens aqui nesse blog provando que a Trindade é invenção humana, o homem fazendo “Deus” dizer o que eles querem.
Enfim, não vejo contradição de nossa parte em só aceitar parte da Bíblia, por mais que alguns teimem em dizer: "ou aceita tudo como inspirado ou não aceita nada, "ou 8 ou 80'".  Quem diz que  Bíblia é infalível é que deveria aceitá-la inteiramente, não os espíritas, que são claros quanto a Bíblia conter a palavra de Deus mas não ser a palavra de Deus "de capa a capa". 
Os que usam Levítico e Deuteronômio para atacar o Espiritismo deveriam matar o seu filho rebelde, enterrar as próprias fezes, matar todas as pessoas mais poderosas, destruir a espada tudo o que tem vida pela frente e incluindo os animais, consentir com o casamento de um homem com 10 mulheres, deveriam estuprar a esposa do seu inimigo, queimar um boi vivo pra Deus. Se citam Paulo para agir com preconceito e intolerância para com os homossexuais, deveriam também agir com preconceito e intolerância para com as mulheres, que, segundo Paulo, devem ficar caladinhas na Igreja. Não é "100% inspirada"? "100% perfeita"? Não é "sem contradições"? Não é "infalível"? Então, ou segue tudo ou não segue, só a metade e onde interessa não vale. Depois não podem dizer que nós só pegamos o que interessa, afinal não somos nós que falamos que  a Bíblia é infalível, então por que exigir que justamente os espíritas aceitem tudo o que a Bíblia diz? Quem, então, está sendo contraditório?
Jesus afirmou: "Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento.  Este é o grande e primeiro mandamento.  E o segundo, semelhante a este, é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.  Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas. (Matheus 22:37-40)
Paulo também disse: "Com efeito: Não adulterarás; não matarás; não furtarás; não cobiçarás; e se há algum outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. (Romanos 13:9)"
  O que aí não se inclui, são quinquilharias humanas. Jesus trabalhou aos  sábados; não permitiu que apedrejassem a adúltera; foi contra o divórcio, contrariando Moisés,  pois, afinal, eram leis de Moisés, leis para  doutrinar aquele povo, e não leis divinas, que nunca se alteram.
No Sermão da Montanha, Jesus revogou algumas coisas do Antigo Testamento, retificando o que era humano nas leis mosaicas: "Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente. Eu, porém, vos digo que não resistais ao homem mau; mas a qualquer que te bater na face direita, oferece-lhe também a outra; e ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, larga-lhe também a capa; e, se qualquer te obrigar a caminhar mil passos, vai com ele dois mil. Dá a quem te pedir, e não voltes as costas ao que quiser que lhe emprestes.Ouvistes que foi dito: Amarás ao teu próximo, e odiarás ao teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem;para que vos torneis filhos do vosso Pai que está nos céus; porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e faz chover sobre justos e injustos.Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis demais? não fazem os gentios também o mesmo? Sede vós, pois, perfeitos, como é perfeito o vosso Pai celestial. " (Mateus 5:38-48)
Se nem Jesus aceitava toda a Bíblia, mas somente o que estava de acordo com o verdadeiro Deus, porque nós deveríamos aceitá-la totalmente?

7 comentários:

Carlos disse...

Conforme está escrito em Apocalipse 12.9 “E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele.” A antiga serpente está na terra e continua hoje usando das mesmas artimanhas para afastar as pessoas da comunhão com o Senhor. A doutrina espírita é muito semelhante ao fruto de boa aparência, instrui a busca de conhecimento, que tem todas as respostas e explicação, que as pessoas não morrem, pois são espíritos imortais, que podem evoluir até ser igual a Jesus a mesma argumentação da antiga serpente que continua surtindo efeito em pessoas ambiciosas de falsos poderes como são os espíritas.

geverson amadeo disse...

CARLOS , QUANTA BOBAGEM !!! DEPOIS SÃO OS ESPÍRITAS QUE SÃO MÍSTICOS !

Yesha disse...

Jesus disse que a vida era eterna e isso está na sua bíblia,não fomos nós espíritas que dissemos que as pessoas não morrem pq a vida é eterna e sim o próprio jesus!

Yesha disse...

não sermos igual a Deus e sim estar com vibrações semelhantes a de jesus para com ele estar,cristo torce por nós,para que possamos caminhar com ele e que possamos dar orgulho ao nosso criador que é Deus! por favor,se for falar alguma coisa não fira a biblia e o mandamento que o nosso mestre nos deu para que possamos evoluir!!! isso sim é coisa de serpente,pisar na palavra de Deus!!!

Yesha disse...

não sermos igual a Deus e sim estar com vibrações semelhantes a de jesus para com ele estar,cristo torce por nós,para que possamos caminhar com ele e que possamos dar orgulho ao nosso criador que é Deus! por favor,se for falar alguma coisa não fira a biblia e o mandamento que o nosso mestre nos deu para que possamos evoluir!!! isso sim é coisa de serpente,pisar na palavra de Deus!!!

Johnny Do Rosario Peroba disse...

Todos podem usar os livros que quiseram as crenças que quiserem, isso é de liberdade de todos, ou não? Pregar I amor é bom seja lá qual for a religião ou crença ou até mesmo descrença, mais nesse caso meu amigo usar a Bíblia pra atacar o cristianismo é o mesmo que o cristianismo faz pra atacar os espiritismo, e isso meu amigo é um erro, se a crença dos espíritos realmente é verdadeira, então temo que sua atitude nus repasse a sua total falta de evolução espiritual!

Josifran Araujo disse...

Hebreus 9:27,28 "E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo, depois disso, o juízo, 28 assim também Cristo, oferecendo-se uma vez, para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para a salvação."

Postar um comentário