"Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros." (João 13:35) "Onde estiverem reunidos, em Meu nome, dois ou três, lá estarei no meio deles." (Mateus 18:20)

Translate


Pesquisar

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Porque Morreu Jesus

Argumento de um site anti-espírita:
"Quanto a Jesus Cristo, realmente se levarmos à cabo o pensamento esposado pelo espiritismo deveria ter sido um grande pecador em sua última reencarnação. Segundo os kardecistas afirmam, Jesus foi maior espírito de luz que já veio a este planeta. Ora, se ele era o maior espírito de luz deveria ter alcançado através de muitas reencarnações a perfeição tão almejada por esta doutrina. Mas então por que ele sofreu tanto a ponto de morrer numa cruz, e Diga-se de passagem, que os romanos destinavam a cruz apenas para criminosos cruéis, patifes e outros adjetivos não tão agradáveis."
Nem sempre o sofrimento e a morte acontecem devido a um resgate. Alguns grandes espíritos, aqueles missionários(e Jesus é o maior deles. Ele é sim o homem mais perfeito que encarnou na Terra) escolhem vir ao mundo com uma doença, deficiência física, deficiência mental ou mesmo morrerem como mártires para ajudarem na evolução de alguém que amam, ou, como no caso do Cristo, de toda a Humanidade. É um sacrifício de um espírito superior que escolhe essa missão antes de vir ao mundo e não um castigo divino.
Cristo se sacrificou para provocar o impacto que se fazia necessário na consciência dos homens, seus contemporâneos e os das gerações vindouras. Ele mesmo disse: "Quando for levantado da Terra, atrairei todos a mim!" (João 12:32).
E está escrito também:
"Porque  para  isso  fostes chamados, porquanto também Cristo padeceu por vos, deixando-vos exemplo, para que sigais as suas pisadas. (1 Pedro 2:21)
Essa a missão do Cristo na Terra. Outros homens também vieram em missão na Terra pela Humanidade e foram martirizados, como os apóstolos e alguns dos santos católicos. Mas claro que Jesus é o maior de todos esses missionários.
Também dizem: "a maior obra do Cristo foi a de morrer para nos salvar. Se existe mesmo a reencarnação, Cristo morreu para que?".
Eu pergunto: Cristo VIVEU por quê? Os cristãos se preocupam mais com a morte do Cristo do que com a VIDA do Cristo, ou seja, os preceitos e principalmente o grande EXEMPLO que deixou. Preferem crer que sua morte bastou para salvar a Humanidade do pecado e por isso esqueceram do que representou toda a vida do Cristo. Ficam numa busca egoísta por sua "salvação pessoal", achando que basta "crer" que serão lavados pelo sangue do Cristo.
Dizem que "os mesmos ensinamentos de Jesus estão em outras religiões, então seguir pelos ensinamentos é enganoso. Sigam Buda que dá no mesmo. E Cristo disse que seus ensinamentos eram os mesmos dos profetas e nada havia de novo... ´Amai ao proximo como a ti mesmo, e a Deus sobre todas as coisas'... "
Seguir Buda até que dá no mesmo, sim. Por isso Deus é justo: muitos no mundo conhecem a Buda e não a Jesus e a Humanidade inteira não vai para o Inferno só por não seguir os dogmas cristãos. Mas não teve outro além de Jesus que ensinou com tanta autoridade, com tanta sabedoria e nenhum deixou o exemplo de sacríficio pelo próximo que ele deixou. Diz o Livro dos Espíritos: "Jesus é para o homem o tipo de perfeição moral a que pode aspirar a Humanidade na Terra. Deus no-lo oferece como o mais perfeito modelo e a doutrina que ele ensinou é a mais pura expressão de sua lei, porque ele estava animado do Espírito divino e foi o ser mais puro que já apareceu na Terra.".
Se analisarmos  bem a Bíblia vamos ver que Jesus contrariou, sim, os profetas em muitas coisas. Por várias vezes disse ele: "ouvistes o que foi dito, eu porém digo...".
Exemplo: "Ouvistes que foi dito: Amarás ao teu próximo, e odiarás ao teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos"(Mateus 5:43-44)

Jesus disse para amarmos até nossos inimigos, ensino que nem sei se Buda ensinou, enquanto no Velho Testamento o inimigo era pra ser odiado e aquele "Deus" assassino ordenava matanças até de seus animais e tudo mais que tivesse vida.
A grande verdade é que quando falam que a reencarnação e a pratica da caridade eliminam a necessidade do "sacrifício redentor" do Cristo me parece óbvio que estão querendo mesmo é dizer que eliminam a necessidade de um pastor "que salva alma", um padre "que perdoa pecados", um Papa "infalível em questões de fé", enfim, eliminam a necessidade das Igrejas. E isso incomoda aos poderosos da fé. Principalmente por isso, combatem tanto a reencarnação. Ela significa liberdade, cada um responsável por si mesmo. "Conhecereis a verdade e ela voz libertará", disse Jesus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário