"Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros." (João 13:35) "Onde estiverem reunidos, em Meu nome, dois ou três, lá estarei no meio deles." (Mateus 18:20)

Translate


Pesquisar

sexta-feira, 25 de março de 2011

ESPIRITISMO


...Que te importa a ti? Segue-me tu."
Jesus (João, 21:22).
É muito comum ouvirmos de pessoas que não conhecem o Espiritismo que fulano freqüenta o "espiritismo de terreiro", sicrano é da linha do "espiritismo de umbanda", ou ainda que beltrano pratica o "baixo espiritismo."
Espiritismo não é, como muita gente pensa, uma religião onde os adeptos dedicam-se unicamente a receber comunicações daqueles que os precederam na viagem do além-túmulo, para sanar curiosidades ou resolver problemas materiais. Aliás, para o seguidor dessa doutrina isto é o que menos importa. O que mais preocupa os espíritas é a evolução integral do homem espiritual, embora não sejam alheios às necessidades do homem material.
O espírita não aceita pagamentos por "favores" conseguidos por seu intermédio. Ele cumpre à risca o "Daí de graça o que de graça recebestes." Tudo isso porque existe dentro dele a vontade insaciável de ajudar aos irmãos menos favorecidos. E é com este procedimento que vamos mais e mais correligionários engrossando a fileira dos trabalhadores que dão o seu testemunho a esta seara cristã.
Sempre que ouvir, caro leitor, referências que dividam o Espiritismo em "baixo" ou "alto", de "mesa branca" ou "escura" procure esclarecer, lembrando que os rituais, imagens e alegorias são objetos do plano material e que não têm razão de existir em uma doutrina que oferece ensinamentos profundos, porém acessíveis a todos os níveis culturais. Acrescente que o Espiritismo é filosofia que proporciona a maneira exata de encarar a vida, respondendo-nos os porquês de nossos problemas, é ciência que vem mostrar quem é a causa primária de tudo e é religião quando ensina que "Fora da caridade não há salvação".
Acreditamos não ser demais registrar aqui que: "O Espiritismo cresce porque leva o homem ao estudo, ao raciocínio e á prática dos ensinamentos evangélicos e que: O Espiritismo é fortaleza, segurança, equilíbrio, paz, convicção, orientação, prudência, serenidade, solidariedade, trabalho e, para os que o negam, (ou confundem com outras doutrinas) convinha, por obrigação e dever de todos, estudá-lo para poderem falar de um assunto com conhecimento próprio e inclusive contradizê-lo".
Pretender esconder os benefícios que o Espiritismo tem dado para o aperfeiçoamento e progresso do homem é a mesma coisa que querer esconder a luz solar com uma peneira.
Poderemos voltar um pouco à história e lembrar que Moisés, no cumprimento de sua tarefa, conseguiu abrandar os rudes costumes do homens da época, fazendo reinar entre eles a lei da justiça. Jesus com sua bondade trouxe através da exemplificação ensinamentos que calaram fundo nos corações humanos. O Espiritismo, sendo a Terceira Revelação, vem nos trazer a verdade do Espírito. Ele é a semente latente que brota no solo arado pelo rude "Olho por olho, dente por dente" e adubado pelas leis do Amor do Mestre dos mestres para esclarecer a Humanidade sequiosa por estes ensinamentos.
Porém, caro leitor, se você não conseguir esclarecer todos aqueles que vivem dividindo a Doutrina Consoladora não se preocupe com sua integridade. Acredite em Kardec que certa feita disse: "O Espiritismo sobreviverá com os homens, sem os homens e apesar dos homens".
Livro: "Reflexos das Atitudes" Ed. Espírita Mensagem de Esperança
Boletim Informativo Mensal do Grupo Espírita Redenção

Nenhum comentário:

Postar um comentário