"Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros." (João 13:35) "Onde estiverem reunidos, em Meu nome, dois ou três, lá estarei no meio deles." (Mateus 18:20)

Translate


Pesquisar

quarta-feira, 14 de março de 2012

Moisés ressuscitou?


 “Onde está escrito, na Bíblia, que Moisés ressuscitou?”

 Em resposta, os Adventistas do Sétimo Dia imediatamente apresentam o texto de Judas 9, que, segundo eles, narraria esse milagre:
"Mas o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo, e disputava a respeito do corpo de Moisés, não ousou pronunciar juízo de maldição contra ele; mas disse: O Senhor te repreenda."

     Segundo os ASD, essa contenda entre o arcanjo Miguel e o Diabo teria sido para ressuscitar Moisés. Ao final dessa disputa, Miguel teria trazido Moisés de volta à vida. Porém, para que esse arcanjo pudesse ter realizado semelhante milagre, os ASD tiveram que identificá-lo com Jesus. Como? A partir de uma
associação conveniente de alguns textos escolhidos (Js 5.13-15; Dn 8.25; 9.25, 26; 10.13, 21; 12.1; 1Ts 4.16; Jd 9, etc.).

 Assim, após aquela discussão com o diabo, o “arcanjo Jesus” teria levantado Moisés dentre os mortos, e isso explicaria sua aparição a Jesus lá no Monte da Transfiguração, pois ASD não aceitam a imortalidade da alma e o contato com os desencarnados..
     No entanto, não existe a menor possibilidade de o texto de Judas 9 ser usado para defender a “teoria da ressurreição de Moisés”. Abaixo algumas razões por que entendemos que os ASD estão distorcendo, claramente, esse versículo bíblico, a fim de defender seu ponto de vista.
     Em primeiro lugar, apenas duas perguntas objetivas, diretas sobre o que está escrito em Judas 9 já comprovam que esse texto não está, de forma alguma, ensinando que Miguel levantou Moisés da sepultura:

1. Está escrito, em Judas 9, que a discussão entre Miguel e o Diabo foi a fim de ressuscitar Moisés? Não. Esse versículo diz, inquestionavelmente, que a contenda foi “a respeito do corpo de Moisés”. Porém, os  ASD, movidos unicamente pelo desejo de explicar a aparição do falecido Moisés no Monte
da Transfiguração e, assim, tentar salvar a tese de que os  mortos ficam inconscientes, vão além do que está escrito e afirmam que tal disputa foi “a respeito da ressurreição do corpo de Moisés”. Pelo incrível que possa parecer, a palavra “ressuscitar” sequer consta em Judas 9; porém, os ASD, assim mesmo, conseguem enxergá-la nesse versículo.

2. Está escrito, em Judas 9, que Miguel venceu a disputa que teve com o diabo e, em seguida, ressuscitou Moisés? Absolutamente. Os únicos que dizem que Miguel ressuscitou Moisés são os ASD, e não o texto bíblico.

Logo, como que os ASD são capazes de concluir, com base em Judas 9, que o arcanjo Miguel ressuscitou Moisés? Somente uma interpretação tendenciosa, na qual o intérprete força esse versículo a dizer aquilo que ele quer que diga, pode levar a tal conclusão. Porém, uma leitura objetiva e imparcial de Judas 9, em que o leitor deixa esse texto  falar por si mesmo, jamais desembocaria na extravagante “teoria da ressurreição de Moisés”, como as duas perguntas que deixamos acima comprovaram. Após ler o texto de Judas 9, um leitor imparcial só poderia afirmar uma coisa: que aquela disputa foi “a respeito do corpo de
Moisés”, apenas isso. Em outras palavras, esse versículo, isoladamente, não diz que a disputa foi para ressuscitar o corpo de Moisés, nem para sepultá-lo.
    Acreditam que o arcanjo Miguel é Jesus, e também acreditam que Jesus é  Deus todo-poderoso, Criador. Nesse caso, como que o Diabo, uma criatura, poderia ter contendido com esse arcanjo,
opondo-se à sua soberana vontade de ressuscitar Moisés? Se Miguel fosse Jesus e considerando que Jesus é Deus,então bastaria que ele pronunciasse uma só palavra para que o corpo sem vida de Moisés saísse, ressurreto, de dentro da sepultura, e criatura alguma poderia oferecer qualquer resistência para a realização desse milagre. Portanto, o fato de o Diabo ter contendido com Miguel demonstra que esses dois seres  são criaturas. Miguel, pois, não poderia ser Jesus, dentro da lógica de quem acredita que Jesus é Deus.
   
       Orígenes informa-nos que a história da contenda sobre o corpo de Moisés derivou-se do livro apócrifo ou pseudepígrafe chamado Assunção de Moisés (ou “Ascensão de Moisés”). Esse ponto de vista tem sido confirmado por traduções de fragmentos gregos existentes sobre essa obra.. O detalhe que queremos acentuar aqui, e que seguramente é ignorado por quase todos os ASD, é que essa obra judaica, ao narrar a disputa entre o Diabo e Miguel, diz que aquele tentou impedir que este sepultasse o corpo de Moisés, e não que o ressuscitasse:


Um sumário dessa história que envolve Moisés é o seguinte:

1. O diabo não queria permitir que Miguel sepultasse a Moisés, alegando que o corpo de Moisés pertencia à ordem material e que ele fora homicida, pelo que não merecia um sepultamento decente.

2. Miguel responde a essa primeira acusação, alegando que o Senhor é o criador e governador do mundo material, pelo que o diabo nada tinha a dizer acerca do que ocorresse com o corpo de Moisés. Ignora a segunda acusação.Por fim, Miguel consegue sepultar o corpo de Moisés nas montanhas, e conduz consigo o seu espírito para os céus. Portanto, o arrebatamento aqui é do espírito, como ensina o Espiritismo, não do corpo.

     Como se percebe, a Assunção de Moisés não fala absolutamente nada acerca de uma contenda em torno da  ressurreição do corpo de Moisés. Muito pelo contrário: além de narrar o sepultamento do corpo dele, essa obra ainda diz que Miguel conduziu o  espírito de Moisés aos céus. Em suma, o que estamos
querendo dizer é que os ASD não têm base bíblica nem extrabíblica para apoiar a teoria segundo a qual Miguel teria ressuscitado Moisés.  Se a  obra apócrifa Assunção de Moisés pudesse ser usada para dar a palavra final na interpretação de Judas 9, certamente a “teoria da ressurreição de Moisés” seria sepultada, pois essa obra judaica foi escrita justamente para falar do sepultamento de Moisés. A Assunção de Moisés é uma prova extrabíblica de que os judeus dos dias  de Jesus  não acreditavam que Moisés havia ressurgido dentre os mortos!
     O fato de Judas ter inserido em sua carta o trecho dessa obra apócrifa demonstra que ele, assim como os judeus de seus dias, não acreditava que esse líder israelita havia ressuscitado. Ora, isso é uma conclusão óbvia, pois se a Assunção de Moisés falava que Miguel havia sepultado o corpo de Moisés, então
não haveria sentido algum em Judas citar essa obra apócrifa em sua carta para dizer que Miguel havia ressuscitado o corpo de Moisés!


        Os anúncios antecipados da morte de Moisés deram-se nos seguintes termos:
“...então serás recolhido ao teu povo, assim como foi recolhido teu irmão Arão” (Nm 27.13); “E morre no monte ao qual subirás; e recolhe-te ao teu povo, como Arão teu irmão morreu no monte Hor, e se recolheu ao seu povo” (Dt 32.50).  (Grifos nossos)

Claro está que Moisés morreria e seria recolhido ao seu povo da mesma forma que acontecera com Arão. Ora, será que Moisés receberia um tratamento distinto do que foi concedido ao de Arão, como, por exemplo, seria ressuscitado? Absolutamente.


Adaptação de trecho do texto em http://www.imortalidadedaalma.com/wp-content/uploads/O-falecido-Mois%C3%A9s-no-Monte-da-Transfigura%C3%A7%C3%A3o18.pdf

2 comentários:

geverson amadeo disse...

É COMPREENSÍVEL QUE TENTEM DE TODO MODO DESVIAR OS FATOS PARA LONGE DA LÓGICA ESPÍRITA , POIS OS ADVENTISTAS ASSIM COMO TODAS AS OUTRAS RAMIFICAÇÕES DO PROTESTANTISMO ESTÃO COMPROMETIDAS COM AS SUAS CRENÇAS E NÃO COM A VERDADE ( POR QUE ? ) ORA , É SIMPLES . POR IGNORANCIA ( NÃO POSSUEM DISCERNIMENTO O SUFICIENTE , SÃO ESPÍRITOS AINDA IMATUROS PARA PARA DIGERIREM ALIMENTO SÓLIDO ) POR MÁ FÉ ( COMO SÃO PROFISSIONAIS DA FÉ REMUNERADOS , E MUITO BEM REMUNERADOS ATRAVÉS DA CONTRIBUIÇÃO DOS SEUS FIÉIS , MORREM DE MEDO DE PERDER OS SEUS CONTRIBUINTES E TENTAM DE TODO MODO MANTE-LOS NO CABRESTO DA IGNORÂNCIA .) O PROBLEMA SÃO AS PESSOAS QUE ACREDITAM CEGAMENTE NESSAS TOLICES E MALABARISMOS MENTAIS PARA JUSTIFICAREM O INJUSTIFICAVÉL . COMO AS PESSOAS NÃO SE DÃO AO HÁBITO DE QUESTIONAR OU ESTUDAR NADA CONDIZENTE COM O QUE ESTES LÍDERES RELIGIOSOS DIZEM , ASSIM,PERPETUA-SE A MENTIRA E MANTÊM-SE O BOLSO CHEIO DOS PASTORES.

MarcoTelless Oliveira disse...

o que significa ASD

Postar um comentário